As práticas esportivas que privilegiam espaços abertos estão crescendo. Na esteira desse crescimento, em todo o país, praticantes de todas as idades estão descobrindo os benefícios do beach tennis.

Segundo a CBT - Confederação Brasileira de Tênis, o esporte criado na Itália, que mistura vôlei tradicional, vôlei de praia e badminton, chegou ao Brasil em 2008.

Estimativas da International Tennis Federation (ITF) apontam que o esporte é praticado por mais de 500 mil pessoas em todo o mundo.

Apesar do nome remeter à praia, o esporte também é praticado em quadras especialmente construídas para a prática.

De acordo com o IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o país possui 280 municípios com faixa litorânea. Mas o beach tennis vem ganhando adeptos também em cidades que não têm praia.

A facilidade com que se aprende a jogar, e a diversão que proporciona, talvez expliquem parte da popularidade que beach tennis vem ganhando.

 

Benefícios do beach tennis

O beach tennis é uma ótima opção para quem deseja melhorar o condicionamento físico e cuidar da saúde. Confira outros benefícios da prática esportiva:


1. Alto gasto calórico

Por exigir muita movimentação e rapidez promove um alto gasto de calorias, auxiliando no processo de emagrecimento.

 

2. Trabalha o corpo inteiro

Por envolver o uso dos membros inferiores e superiores proporciona a tonificação muscular do corpo como um todo.

 

3. Melhora o desenvolvimento físico-motor

Ficar atento à bolinha e correr atrás dela ajuda no desenvolvimento dos reflexos e da percepção corporal.

 

4. Promove a tomada de decisões rápidas

A agilidade do esporte faz com que sejam necessárias tomadas de decisões rápidas, estimulando o córtex cerebral.

 

5. Aumenta a motivação

As práticas esportivas em geral liberam hormônios relacionados ao prazer e felicidade, o que motiva na realização dos exercícios e na busca por uma vida saudável.

 

As regras do beach tennis

A contagem dos pontos no beach tennis podem ser feitas das seguintes maneiras, conforme a Confederação Brasileira de Tênis:


a) Jogo Padrão (No-Ad)

Um jogo padrão é marcado de modo a seguir com a pontuação do sacador que está sendo chamado pela primeira vez:

- Nenhum ponto - "Love" ou zero
- Primeiro ponto - "15"
- Segundo ponto - "30"
- Terceiro ponto - "40"
- Quarto ponto - "Game"

Exceto que, se cada equipe ganhou três pontos cada, a pontuação é “iguais” e um ponto de decisão deve ser jogado. O time que vencer o ponto decisivo vence o “game”.

 

b) Tie-break

Durante um jogo tie-break, os pontos são marcados "Zero", "1", "2", "3", etc. O primeiro jogador / time que alcançar sete pontos ganha o "Game" e "Set", desde que haja uma margem de dois pontos sobre o adversário (s). Se necessário, o tie-break deve continuar até que esta margem seja atingida.

O jogador que tenha a vez de sacar servirá o primeiro ponto do tie-break. Os dois pontos seguintes devem ser sacados por outro jogador da equipe da dupla adversária. Depois disso, cada jogador / time deve servir alternadamente por dois pontos consecutivos até o final do jogo tie-break (em duplas, a rotação do serviço dentro de cada equipe deverá continuar na mesma ordem que durante esse set). O jogador / time quem era a vez de servir em primeiro lugar no tie-break será o recebedor no primeiro game do set seguinte.

A rede suspensa tem 1,7m de altura e entre 4,5m (simples) e 8m (duplas) de largura. O comprimento da quadra é de 16m.

 

Os principais movimentos do beach tennis

Se os pontos do beach tennis são similares ao tênis, a dinâmica do jogo é parecida com a do badminton.

Ambos os esportes são baseados em rebater um objeto leve por cima de uma rede, buscando que ele caia na quadra do seu adversário.

Os principais movimentos são voleios, que podem ser de forehand (“de frente”) e de backhand (“de trás”), além de lobs (um “balão”), drop-shots (a “deixadinha”), e os smashs (rebatida direta de cima para baixo).

Pode-se dizer que o saque do beach tennis é um fundamento único do esporte.

O saque pode ser feito de qualquer lugar, desde que seja atrás da linha de fundo da quadra, a partir de qualquer movimento e sem segundas chances ou “let” que é quando a bola resvala na rede e o lance volta.

 

O que você precisa para praticar beach tennis?

Além de disposição e definir o local em que irá jogar, praia ou quadra específica, você não precisará de muitos equipamentos.

Os equipamentos essenciais consistem em raquete e bolinha, no entanto, ambos devem ser bem escolhidos, porque podem interferir no jogo.

A raquete de beach tennis precisa estar adequada à sua estrutura física, por isso observe sempre o peso e a dimensão da raquete.

Leve em conta também a espessura e o material que a raquete é fabricada, pois o peso da cabeça da raquete ajuda a gerar mais potência nos golpes.

As raquetes podem ser confeccionadas em carbono, kevlar, grafite e fibra de vidro.

A bolinha de beach tennis é despressurizada, o que a torna mais mole, macia e lenta quando comparada à bolinha de tênis.

Observe que a bolinha de beach tennis é na cor laranja e deve ser homologada como “stage 2”. É uma sigla que vem carimbada na bolinha como garantia da sua despressurização a um nível de 50%.

Você também pode querer adquirir outros itens acessórios, como roupas e calçados próprios, que ajudem a garantir mais conforto e proteção.

 

Títulos e competições

A Confederação Brasileira de Tênis é a entidade que regula o esporte no país.

O Brasil possui resultados significativos como o terceiro lugar no Campeonato Mundial em Ravenna (2008), o primeiro lugar na Copa das Nações em Aruba (2010), campeão no mundial por equipes (2013), campeão mundial na Sérvia (2016), campeão Sul-Americano (2014) e campeão Pan-Americano (2014, 2015, 2016 e 2017).

A maior competição de beach tennis no mundo, aconteceu em Niterói no ano de 2017, reunindo 700 atletas.

A Care Plus foi patrocinadora do torneio mundial ITF Brasil Beach Tennis World Cup, que ocorreu em 2022 em Copacabana no Rio de Janeiro.

Gostou desse conteúdo? Para mais conteúdo como este sobre atividades físicas acesse nosso blog.